Carta ao autor

 

Caro primo e amigo:

 

Você transferiu para o papel seus amores e temores, suas angústias, seus anseios, suas tristezas e suas alegrias. O resultado é um vasto arsenal de poemas e contos, suficientes para publicar não apenas um livro...

Quando solicitado a preparar seus poemas para publicação, aceitei de bom grado. O boneco ficou pronto e, então, fui surpreendido com o seu convite para prefaciar o livro. Relutei, por não me considerar a pessoa indicada para a tarefa; contudo, acabei por escrever este prefácio, em forma de carta ao autor, amparado na sinceridade.

Os poemas de seu livro são de fácil leitura, porque foram escritos com simplicidade. Encontrei neles construções não aceitas por mestres da literatura, mas que têm uma base sólida: o concreto da emoção, concreto esse que tem como ingredientes a areia da saudade, as lágrimas da tristeza e da alegria, o cimento do ciúme, o ferro do desgosto. E o mestre-de-obras não é outro senão o arquiteto do universo: o amor.

Caro Chico Angelo, parabéns pela publicação de seu primeiro livro. O caminho das letras é árduo e, muitas vezes, infrutífero. Você está apenas engatinhando. Como um pai-avô que incentiva seu filho-neto a andar de bicicleta — e ele sempre aprende, apesar dos tombos e esfolões —, espero que estas palavras sejam entendidas como um incentivo a mais para que, dado o ponta-pé inicial, continue seu aprendizado, e que seu sonho de ser escritor seja plenamente realizado... Como você mesmo escreveu, vence na vida quem não desiste de seu sonho.

 

 

Edson Angelo Muniz

Escritor e historiador

Acadêmico e Diretor de Imprensa da ALAMI

Editor da Egil — A sua editora em Ituiutaba

 

 

* * * * *
 

Palavras do autor

 

"Sempre em tudo que faço, agradeço a Deus, pelo o que acontece comigo, seja de bom, ou de ruim, pois tudo serve de lição para um novo aprendizado. Desde o colegial pensava em escrever poesias, só em 2007, depois de longas batalhas, resolvi escrever meu primeiro trabalho, escrevendo assim 'Sonho'. Este livro vem mostrar algumas situações por mim vividas, e algumas presenciadas por mim mesmo.

Neste livro, destacam-se alguns contos poéticos, vividos por mim, e outros de histórias que ouvi situações vividas por alguns amigos, "TECA", "MINHA PROFESSORA", "CORAÇÃO DE MENINA", DIA DAS MÃES", "LEMBRANÇAS", "A CHUVA" e "SONHO", tem um destaque especial, pois foram situações presenciadas e algumas até vividas por mim, que me fez dar inicio a este trabalho.

Agradeço sempre a Deus por permitir que minha imaginação, e experiências por mim vividas, pudessem um dia virar livro de poesias.

Sempre serei grato àqueles que me ajudaram, e me incentivaram a escrever este, primeiro um amigo, depois descobri que este amigo era meu primo, ele me ajudou muito, serei sempre grato a ele, Edson Angelo Muniz, foi o que mais me incentivou a princípio, talvez por ser poeta também.

Não quero ser audacioso, que ao escrever este livro, estar no meio dos grandes poetas, quero e preciso do aval deles, para poder ser, quem sabe um dia um seguidor dessa arte maravilhosa."

 

Chico Angelo.

 

 

* * * * *

 

 

 

Chico Angelo é natural de ltuiutaba, no Triângulo Mineiro, nasceu no dia 12 de março de 1964. Fez o primeiro grau na Escola Estadual ltuiutaba, o segundo grau na Escola Estadual Antonio Souza Martins (Polivalente), ambas em ltuiutaba. Fez o curso de Estudos Sociais (História e Geografia) na UEMG (Universidade Estadual de Minas Gerais) e Artes no Conservatório Estadual de Música Dr. José Zoccoli de Andrade.

Atuou como professor em várias escolas de ituiutaba e região. Em 1998 foi aprovado em um concurso público, em um cargo administrativo na cidade de ltuiutaba tendo assim que deixar a sala de aula.

Chico Angelo publicou outro livro, "Vontade de fumar", de contos, e já tem mais três para serem publicados: "Sonho e lágrimas", poemas, "Lágrimas de solidão", poemas, e "Flor do mercado", romance.

 

 

* * * * *