Brasão da Paróquia

São Francisco de Assis

de Ituiutaba

 

 

A Paróquia São Francisco de Assis, de Ituiutaba, foi criada em 26 de dezembro de 1989, por Dom Paulo Sérgio Machado, então Bispo Diocesano da Diocese de Ituiutaba.

Em 2011, a Paróquia passa a ter o seu brasão, criado por Edson Angelo Muniz — Mineiro de Ituiutaba. Poeta, historiador, genealogista, autor e editor do livro “Família Muniz — Tronco do Triângulo Mineiro” (genealogia e história) e “O robô de bom coração” (ficção). A criação deste brasão teve a orientação e supervisão de Pe. Luiz Fabiano Reginato, pároco da Paróquia São Francisco de Assis.

 

 

        

         Descrição do Brasão — escudo português, pleno em marrom, cor do hábito de São Francisco de Assis, Padroeiro da Paróquia, e de Santa Clara de Assis, amiga de São Francisco e protetora da Paróquia; o bordo é em preto; atrás do escudo, em vermelho, a cruz, símbolo do cristianismo e sinal da nossa fé; sobre o escudo, passando por trás da cruz e com as pontas pendendo, uma de cada lado, o cíngulo de São Francisco, em prata, com três nós na ponta que está à destra, que simbolizam a pobreza, a obediência e a castidade; no centro do chefe, uma Bíblia aberta ao meio, em prata, contornada de preto, símbolo da palavra de Deus e da evangelização, com um marcador de páginas em púrpura — na página da esquerda, em preto, as inscrições "ECLESIASTES", nome do livro, e "Que proveito tira o homem de todo o trabalho com que se afadiga debaixo do sol?" (Ecl 1,3), e na página da direita, também em preto, a inscrição "O que foi é o que será: o que acontece é o que há de acontecer. Não há nada de novo debaixo do sol." (Ecl 1,9); no cantão destro do chefe uma pombinha branca (prata), de pés e olhos em vermelho, símbolo do Espírito Santo, bem como da paz, e representando os amigos de São Francisco: os pássaros; no cantão sinistro do chefe, em ouro, um cálice, lembrando Santa Clara e o sangue de Cristo derramado por nós na cruz, sobre o cálice, um círculo em prata, simbolizando a Eucaristia, trazendo em seu interior as letras JHS, em preto, e sobre a letra H a cruz de Cristo, em vermelho — JHS: é o monograma de Cristo que significa "Iesus Hominun Salvator" (Jesus Salvador dos Homens), saindo da hóstia sagrada, raios de luz, em prata, simbolizando a luz do Espírito Santo sobre a Igreja; no coração do escudo, em prata, o Cordeiro de Deus, aquele que nos salva, e um cajado, também em prata; no flanco direito, a primeira letra do alfabeto grego, Alfa, e no flanco esquerdo, a última letra do alfabeto grego, Ômega, ambas em ouro, simbolizando que Cristo é o princípio e o fim da nossa vida; na ponta do escudo, três cruzes de malta de ouro, florenciadas: uma no centro, uma no cantão destro da ponta e uma no cantão sinistro da ponta, representando a Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo; na base, um listel, em prata, revestido de marrom, trazendo a denominação Paróquia de São Francisco de Assis, e a sua data de criação, 26 de dezembro de 1989, tudo em preto; abaixo do conjunto, também em preto, o nome da cidade e a sigla do estado onde se localiza a paróquia: Ituiutaba, MG.

* * * * *    

Clique aqui para voltar ao Menu

"Estudos sobre Heráldica e Vexilologia"

na página de Edson Angelo Muniz

 

 

* * * * *