Capa de Edson Angelo Muniz

 

* * * * *

 

 

Apresentação

 

 

Prezado leitor:

 

Quando, em 2007, Chico Angelo lançou o seu primeiro livro, de poemas, eu escrevi, na apresentação: “Caro Chico Angelo, o caminho das letras é árduo e, muitas vezes, infrutífero. Você está apenas engatinhando. [...], espero que estas palavras sejam entendidas como um incentivo a mais para que, dado o pontapé inicial, continue seu aprendizado, e que seu sonho de ser escritor seja plenamente realizado...” Hoje eu digo a você que ele é um escritor realizado, porque não desistiu de seu sonho.

Chico Angelo é um poeta apaixonado — ou é a paixão que molda todo poeta? —, por isso, muitos de seus poemas falam de amor, paixão, lembranças, tristeza, dor, lágrimas, solidão... E, como “o poeta não tem sexo, não é homem nem mulher”, ele, às vezes, escreve inspirado na paixão e na sensibilidade da mulher.

Esta coletânea pode ser lida em qualquer lugar e ocasião, mas deve ser lida mais com o coração do que com os olhos. Assim, você se sentirá envolvido pelo sentimento que Chico Angelo coloca em cada poema. E, certamente, o que vão rolar em suas faces serão “Lágrimas de solidão”.

 

Edson Angelo Muniz.

 

 

*

 

 

Chico Angelo é natural de ltuiutaba, no Triângulo Mineiro, nasceu no dia 12 de março de 1964. Fez o primeiro grau na Escola Estadual ltuiutaba, o segundo grau na Escola Estadual Antonio Souza Martins (Polivalente), ambas em ltuiutaba. Fez o curso de Estudos Sociais (História e Geografia) na UEMG (Universidade Estadual de Minas Gerais) e Artes no Conservatório Estadual de Música Dr. José Zoccoli de Andrade.

Atuou como professor em várias escolas de Ituiutaba e região. Em 1998 foi aprovado em um concurso público, em um cargo administrativo na cidade de ltuiutaba tendo assim que deixar a sala de aula.

 

 

* * * * *


VOLTAR

 

 

* * * * *