SÃO  JOSÉ  DO  TIJUCO

VILLA  PLATINA

ITUIUTABA

 

DURVAL MORAES DE CARVALHO


 
 

Oftalmologista, natural de Ituiutaba, reside em Goiânia. É um craque em cirurgia de catarata e implante de lente intra-ocular. Ganhou o 1º. Prêmio da Sociedade Americana de Catarata, algo equivalente ao Oscar do cinema comercial. O festival anual de filmes sobre cirurgia de catarata, nos Estados Unidos, é muito prestigiado por oftalmologistas do mundo todo. É muito disputado, por isso, ser premiado é uma honra muito grande e prestígio para o Brasil — declara. As pesquisas oftalmológicas e técnicas cirúrgicas desenvolvidas por Durval são divulgadas em quase todos os congressos no país: ele sempre diz presente se o assunto é progresso humano, e isso em todas as áreas imaginárias. O diploma de Honra ao Mérito conferido pela terra-berço foi boa ideia.

Filho de José Isac de Carvalho e Anézia Moraes de Carvalho, mardeniense do 3º. ano primário à 4ª. série ginasial, formou-se em medicina pela Faculdade Federal de Uberaba. A especialização data de 1966, na Santa Casa de São Paulo (SP). Onde achá-lo? Centro Brasileiro de Cirurgia de Olhos. Não é pouco para quem teve infância de muita luta, muita dificuldade financeira; porém me senti muito amado, tanto em casa como na escola e pela família. Confessa-se tímido e atribui a timidez à disciplina imposta pelo Professor João Branco, na fazenda, fundamental à base para o aprendizado científico.

Autor de Visão Periférica e Futebol, em parceria com Paulo Gonçalves, deve-se à sua tese avanço significativo ao embate do gramado. O que vem a ser isso? É a atenção que cada indivíduo presta às imagens que chegam aos olhos fora do centro da visão — esclarece o entrevistado. A técnica foi usada e pode estar em uso na seleção brasileira. Segundo Durval, a intenção é proporcionar aos jogadores a capacidade de ver simultaneamente imagens centrais e periféricas para melhor visão de jogo. Há 30 anos, descobrimos que, melhorando a parte sensitiva da visão, pode-se melhorar a rapidez do jogador para executar uma jogada. Muita pesquisa foi feita, muita experiência adquirida e hoje já existe um laboratório com esses objetivos.

Desenvolvido por ele, o laboratório avalia e treina habilidades visuais em geral. Em nosso rápido contato — ele é homem de muitos afazeres — deixa passar indícios de que o esporte é parceiro desde a adolescência: Tanto no Instituto Marden, onde estudei, como no futebol, fiz grandes e sinceras amizades em Ituiutaba.

Para Durval, Ituiutaba está bem servida. Médicos competentes, de grande interesse social e humano, que usam a melhor tecnologia que a cidade tem condições econômicas e culturais de suportar. Acha prejudicial o preconceito contra óculos. Nos países mais civilizados, o uso de óculos é maior. Isso é bom e indica povo mais esclarecido. Ele enfatiza o caráter humilde da oftalmologia brasileira, motivada a ir atrás e trazer o que existe de mais moderno para o Brasil. E admite que, enquanto não tivermos condições econômicas para investir em pesquisas, tudo continua assim.

Queixa do leitor: teias de aranha, pontos móveis, mosquitinhos atrevidos no raio de visão? Lição do Professor Durval: Temos uma geléia transparente antes da retina — o vítreo, que pode reter substâncias opacas. Elas ficam boiando e a retina capta as sombras. Tais partículas podem ser reabsorvidas e eliminadas ou esnobadas pela vítima, caso teimem lá.

O transplante de córneas evoluiu muito, conforme o astro deste capítulo. Há meios de cultura para conservar a córnea doada, levá-la de um país a outro e demorar dias para implantá-la, sem problemas. E você, já legalizou a doação das suas, leitor?

Sobre uma eventual parceria espiritual com o profissional de saúde, Durval é enfático: O ser humano é composto de corpo e alma. Os dois podem ter doenças. Normalmente a doença da alma vem primeiro que a doença do corpo. Estamos evoluindo para o tratamento dos dois. Todas as religiões sabem o poder de cura de doenças físicas pela oração e pela fé. O médico que ainda não usa isso está incompleto.

O sofrimento também é uma coisa abençoada por Deus. Isso acontece para a alma evoluir, saindo da condição animalizada e instintiva para uma angelical, de paciência, perdão, resignação ou amor. Os tratamentos espirituais são para as que já merecem alívio ou para dar consistência aos fatos; servem de exemplo a outros na procura do caminho do amor. Temos de ter cuidado com os abusos.

O Brasil é o coração do mundo e pátria do evangelho. E no Brasil, a região privilegiada é o Centro-Oeste. Enquanto o mundo inteiro está preocupado com guerra, discriminação racial, religiosa etc., Ituiutaba está tranqüila, com grandes exemplos de valores humanitários, como Jerônimo Mendonça e outros. Isso eleva o nível vibracional da região. Cada vez mais, aumentará a evangelização, a caridade, a paz e a harmonia. É esse o objetivo do planeta para o novo milênio. Se cada um fizer sua parte, vamos em frente.

No primeiro sábado do mês, Durval desloca-se, em comitiva, até a zona rural de Gurinhatã (MG), a fim de presidir sessão em conceituado Centro Espírita. Assim resume essa escolha cristã:

Imagino que todos sabem que a alma não morre. Se fosse o contrário, ninguém precisaria se preocupar com a honestidade, por exemplo, ou com a própria morte. As religiões discutem apenas o que acontece com a alma quando o corpo morre. Os centros espíritas são locais apropriados para fazer contato entre os espíritos encarnados e os desencarnados. Tanto uns como outros têm sua freqüência vibratória, que corresponde ao seu valor moral, seu nível de amor. Eu, como qualquer pessoa, gostaria de frequentar um grupo que tivesse o maior amor possível. Onde tem mais amor tem menos mentira.

No Centro Espírita São Bento Paz e Amor de Mariana, onde conhecemos bem os encarnados e sabemos a história de setenta anos da humildade e coerência do espírito da Vovó Mariana, ficamos muito à vontade. Sabemos que estamos protegidos da mentira.
 

Artigos Publicados: Cirurgia Extracapsular da Catarata (1966) e Como Faço Faco (2000) — Editora Cultura Médica, RJ; Management of Posterior Camber Iol Capture e Iol Scleral Fixation in Aphakic Eye (2001) — Medical.

___________

Texto e foto extraídos de O Livro de (quase) Todos, de autoria de Alciene Ribeiro Leite (Egil, 2004, páginas 225-227).

 

 

              
 

 

PATROCINE ESTA PÁGINA:

R$ 40,00, PELO PERÍODO DE 1 ANO

 

 

Neste espaço será inserida a propaganda de sua empresa,

e dos lados, no lugar do brasão, a logomarca e o telefone.

(Clique aqui para ver um exemplo).

Colabore com a permanência deste site na internet.

Entre em contato comigo: edsonmuniz1956@hotmail.com.