Brasão Episcopal

de

Dom João Gilberto

 

 

 

        

Descrição Heráldica:

 

Escudo italiano, terciado, sendo o primeiro campo de vermelho, o segundo de azul e o terceiro de vermelho. O escudo é encimado pelo chapéu prelatício, de verde, cozido de vermelho, e em cada um dos seus lados tem seis borlas, também de verde. No centro do escudo, uma perla, de prata. No coração do escudo, brocante sobre a perla, um livro, de ouro, encapado de marrom, carregado das letras gregas Alfa e Ômega, cozidas de prata. Em chefe, no campo azul, o Cordeiro de Deus, da sua cor, com um estandarte, de prata, e brocante sobre o estandarte, uma cruz, de vermelho. À destra, flores de nardo. À sinistra, um monograma mariano com a letra “M”, encimada por uma cruz e a ela unida, e circundado por doze estrelas, tudo de prata. Abaixo do escudo, um listel, de azul, com o lema episcopal de Dom João Gilberto, "Servo e Pastor", inscrito de prata. O conjunto está sobre uma cruz episcopal, de ouro.



Descrição simbólica:

 

O escudo, no formato italiano, indica o país de origem familiar de Dom João Gilberto. No escudo, a cor vermelha simboliza a eternidade de Deus e a cor azul, a realeza e a divindade de Deus. O chapéu prelatício sobre o escudo significa “Cristo cabeça”. O forro interno do chapéu, de vermelho, indica o amor de Deus derramado por nós na cruz. Do chapéu prelatício saem dois cordões, pelos flancos, que estãos ligados a duas séries de seis borlas, também verdes, que designam o corpo apostólico, do qual o bispo faz parte e é sucessor. Assim, o corpo apostólico está ligado a Cristo, cabeça da Igreja, simbolizando a plena comunhão. A perla, no formato de uma letra “Y”, simboliza a Santíssima Trindade, como também as três virtudes teologais: Fé, Esperança e Caridade. O Cordeiro de Deus (Agnus Dei) se refere a Jesus Cristo, “aquele que tira o pecado do mundo” (João, 1, 29). O livro aberto representa a Palavra de Deus, bem como o ministério do bispo como evangelizador e mestre da fé. As letras gregas, Alfa e Ômega, são aplicadas a Cristo, princípio e fim de todas as coisas. A flor de nardo simboliza a pureza e a caridade de São José, Patrono Universal da Igreja e santo da devoção de Dom João Gilbeto. A letra “M”, encimada pela cruz, representa a Virgem Maria, mãe da Igreja, que esteve todo o tempo junto à cruz de seu Filho. A cor prata recorda a pureza da Virgem Maria. As doze estrelas que circundam este monograma lembram as doze tribos de Judá e os doze apóstolos. O monograma mariano nos lembra também que Dom João Gilberto, como bispo, é um apóstolo de Cristo, e ainda, atesta a devoção dele por Nossa Senhora Aparecida. A cruz episcopal, que fica por trás do escudo, representa o grau hierárquico de um bispo, simboliza a justiça, a clemência, a autoridade e a missão do servo e do pastor no anúncio do Evangelho de Nosso Senhor Cristo. O lema de Dom João Gilberto, “Servo e Pastor”, é tirado de Marcos 10, 43-44: “Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo; e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo de todos”, de Ezequiel 34, 33: “Providenciarei um só pastor para cuidar das minhas ovelhas. Será o meu servo Davi. Ele cuidará delas, e será o seu pastor”, e de João 10, 11: “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.”
 


Significado das cores:


Ouro (Amarelo): generosidade, caridade e excelência da nobreza.
Prata (Branco): fé, pureza, integridade, firmeza e obediência.
Azul: zelo, lealdade, caridade, justiça e verdade.
Vermelho: fortaleza e honra.
Verde: esperança, fé, bons serviços prestados, amizade e amor.


_________________

 

Este Brasão foi criado e descrito por Edson Angelo Muniz, sob a orientação e supervisão de Dom João Gilberto. Edson nasceu em Ituiutaba, MG, em 24 de março de 1956. É poeta, historiador, genealogista, autor e editor do livro “Família Muniz — Tronco do Triângulo Mineiro” (genealogia e história), lançado em 2002, e “O robô de bom coração” (ficção), lançado em 2011. A montagem deste brasão, em CorelDraw, também foi feita pelo design gráfico Edson Angelo Muniz.

Dom João Gilberto nasceu em Ituiutaba, MG, em 21 de novembro de 1963, foi ordenado Padre em 10 de dezembro de 1995 e ordenado Bispo em 6 de setembro de 2013.

 

* * * * *    

Clique aqui para voltar ao Menu

"Estudos sobre Heráldica e Vexilologia"

na página de Edson Angelo Muniz

 

 

* * * * *