__________________________________________________________________________________

 

 

Edson Angelo Muniz nasceu em 24 de março de 1956, em Ituiutaba, MG, filho de João Angelo de Oliveira, o "Neinho" ou "Neim", e Dorcina Muniz de Oliveira.

Graduou-se em Tecnologia em Processamento de Dados pelo ISEPI — Instituto Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba. É genealogista, historiador, poeta, compositor e designer gráfico.

Autor do livro Família Muniz — Tronco do Triângulo Mineiro (Egil, 2002), de genealogia e história. Em 2004, tornou-se acadêmico da ALAMI — Academia de Letras, Artes e Música de Ituiutaba — sendo o patrono de sua cadeira o jornalista Acácio Alves Cintra Sobrinho, ex-prefeito de Ituiutaba.

Edson participou da Antologia de Contos, em 2005, da IV Antologia de Poetas de Ituiutaba, em 2006, e da V Antologia de Poetas de Ituiutaba, em 2008, todas editadas pela ALAMI.

Como historiador, em outubro de 2006, elaborou um documento — que entregou, em mãos, ao prefeito de Ituiutaba, e, posteriormente, em janeiro de 2008, entregou-o também ao presidente da Câmara Municipal —, apontando erros no brasão, na bandeira e no hino do município, importantes símbolos culturais da cidade, além de incluir sugestões para as suas correções. Quanto ao Hino de Ituiutaba, os problemas são apenas de algumas palavras digitadas erradas no site da prefeitura, e gravações com a pronúncia incorreta. Cópias da letra corrigida foram entregues às escolas de Ituiutaba, num trabalho voluntário de Edson Angelo Muniz, com o apoio de alguns empresários tijucanos.
         Ainda na área da Heráldica, Edson colaborou na criação do Brasão da Diocese de Ituiutaba,  do Brasão da Família Paranaiba, Brasão da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Capinópolis, Brasão da Paróquia São Francisco de Assis de Ituiutaba, Brasão Sacerdotal do Pe. Leandro Costa, Brasão Sacerdotal do Pe. Uiliam Gonçalves, Brasão Sacerdotal do Pe. Eurípedes Júnior e do Brasão Episcopal de Dom João Gilberto de Moura.

Por muitos anos Edson Muniz exerceu as funções de gerente administrativo e responsável gráfico da Egil, onde atuava também como conselheiro editorial, editor, revisor e arte-finalista. Este seus trabalho lhe rendeu a homenagem do escritor Chico Angelo, que lhe deu o título de Embaixador do Escritor Tijucano.

Em 25 de novembro de 2010, Edson Angelo Muniz recebeu a Comenda da Ordem do Mérito "16 de Setembro", instituída pela ALAMI, e passou a ser Comendador da ALAMI.

 

Clique aqui para ler o discurso do Comendador Edson Angelo Muniz.

 

Em 16 de dezembro de 2010 a ALAMI premiou entidades e personalidades que lutam pela cultura em geral. Edson Muniz foi um dos que receberam, em Ituiutaba, o Prêmio Mérito Cultural: "Incentivo à cultura".

Em 2011, no dia do seu aniversário, Edson lançou o seu livro de ficção, O robô de bom coração, e se aposentou por tempo de trabalho.

Em 2015, lançou o seu segundo livro de genealogia e história, Família Angelo — Tronco do Triângulo Mineiro, e está finalizando o livro O robô volta pra casa, dando continuidade à sua ficção científica...

Em julho de 2012 Edson Muniz se divorciou de sua primeira mulher, e em janeiro de 2014 mudou-se de Ituiutaba. Atualmente, aposentado, não trabalha mais na área gráfica, se dedica a cuidar de uma chácara, no sopé de uma serra, no interior do Estado de São Paulo, onde mora com sua segunda esposa: a Nicinha, e se dedica ao trabalho de pesquisa genealógica, revisão e paginação de livros de outros escritores e à ampliação e manutenção deste site, do qual é o webdesigngráfico.

 

__________________________________________________________________________________