Crônica
de
Edson Angelo Muniz

 

Amor de Mãe
 

O amor de mãe tem a mesma magnitude do amor de Deus. A mãe dá à luz o seu filho, amamenta, cria, ampara, educa, e não reclama; e tem orgulho em ver o filho crescer. E quando ele já se encontra em condições de ampará-la e de compensá-la, embora ela nunca lhe peça isso, vem uma mulher bonita e o “rouba”, e a mãe, com muito amor, abençoa o seu filho e a sua nora, dizendo a esta: “Cuida bem do meu filhinho!”

Às vezes, o filho, depois de criado, deixa o lar e sai pelo mundo, para estudar, para trabalhar, para tentar mudar de vida, e deixa a mãe chorando a sua ausência. Alguns nem se lembram de escrever algumas linhas ou de telefonar para saber como a sua mãe está passando, se ela está viva... Mas um dia, quando o filho volta para casa, vencedor ou derrotado, a mãe o abraça e diz: “Filho, como estou feliz por ver você regressar!”

O amor de mãe é sincero e puro. Não importa se o filho é bonito ou feio, bom ou mau, ela simplesmente o ama. E tem filho, ingrato, que bate em sua própria mãe, e ela, por amor, não o denuncia pela agressão, para não ver o seu filhinho querido sofrer atrás das grades.

O amor de mãe é indivisível. Se ela tem só um filho, o seu amor por ele é integral; se ela tem dez filhos, o seu amor se multiplica por dez, e a cada um de seus filhos ela ama com a mesma intensidade.

Irmãos: amem a sua mãe de todo o coração, jamais a desprezem ou maltratem, e ouçam os seus conselhos, porque quem ama só quer o bem. E amor de mãe é eterno!
 

 

______

Crônica publicada no "O Bom Pastor" n.º 29, Boletim Informativo da Paróquia São Francisco de Assis, de junho-julho de 2012.

 

 

* * * * *     

  

Clique aqui e leia outras crônicas

de Edson Angelo Muniz

 

 

* * * * * 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

s