FAMÍLIA ANGELO
Tronco do Triângulo Mineiro

Autor: Edson Angelo Muniz

TEREZINHA ANGELA DE OLIVEIRA

       

-


            Depoimento:

            Tive uma infância feliz. Morávamos na Fazenda Tamboril, no município de Ituiutaba, MG, até o ano de 1947, vivendo da pecuária. Meu pai, Francisco Gonçalves Angelo, era o construtor das fazendas da região. Com 9 e 10 anos eu ajudava minha mãe e meus irmãos na lida diária.
            Em 1947, com a febre da lavoura, fomos para a Fazenda Santa Bárbara, tocar lavoura, pois meus irmãos, já rapazes, precisavam de trabalho.
            Em 1954 fui estudar no Colégio Santa Teresa, em Ituiutaba. Em 1957, ano em que papai faleceu, parei os estudos e fui para a Fazenda do Senhor Guilherme Muniz lecionar. Nesta época, morávamos na Fazenda Jacuba. Em 1960 voltei para Ituiutaba. Trabalhava na Casa Bangu e estudava no Colégio São José, onde fiz Técnico em Contabilidade.
            Em 1966 minha mãe, Perciliana Maria de Oliveira, que morava comigo, falece. Em 1969, montei uma torrefação de café: Café Kenedy, em Cachoeira Dourada, MG, onde fui professora no Colégio Camilo Chaves.
            Sou da primeira turma de Pedagogia da Faculdade de Ciências e Letras de Ituiutaba. Até 1974 lecionei em Paranaiguara, GO, cidade onde ainda tenho familiares, proprietários do Hotel Savanas.
            Na época da lavoura, eu trabalhei no plantio de arroz, e pilotava uma matraca muito bem, e o Neinho foi o primeiro, na região da Fazenda Santa Bárbara, a construir as sopradoras de arroz. Este meu irmão era motoqueiro, tratorista e construiu a balsa do Rio da Prata.
            Meu irmão mais velho, o Lázaro Batista, gostava de uma pinga de engenho. Ele montava cavalo chucro pulador e nunca caiu. Hoje, como peão, ele seria um campeão de rodeio.
            Meu irmão mais novo, José de Oliveira, mais conhecido por Bebé, na década de 60, mudou-se para São Paulo, onde montou a Oficina Mecânica Fuscão.
            Em 1975 iniciei-me no ramo imobiliário, em Santo André, SP.
            Em 1981 conheci Pedro Raminelli, empresário da área de loteamento, e nos casamos. Criei o filho dele, Celso Eloi, a quem amo muito. Pedro Raminelli, que era Comendador da Garibaldi, faleceu em 2010 e Celso ficou com sua irmã.
            Em 1970 minha irmã Lázara ficou viúva, com seis filhos pequenos. Estes meus sobrinhos estão todos casados, e, de quem cuidei um dia, hoje cuidam de mim.
            Sou a última de cinco irmãos. Meus irmãos deixaram filhos inteligentes, dos quais me orgulho. Vânia, a filha caçula do Bebé, é publicitária e trabalha comigo na firma M.H.M. Ltda. e na Embrater Ltda. — Empresa Brasileira de Terrenos.
            Em 2015 recebi um Diploma de Honra ao Mérito, pelo meu trabalho como Corretora de Imóveis, outorgado pelo CRECI-SP. Tenho 79 anos e continuo trabalhando no ramo imobiliário. Gosto de viver. Sou feliz!

 

* * * * *

 

            Mensagem de Aniversário:

 

            “Tia Terezinha”: essas duas palavras tão pequenas identificam uma grande mulher, um ser iluminado, um exemplo a ser seguido. Quando ouvimos ou pronunciamos o nome “Tia Terezinha”, uma onda de alegria invade a nossa alma.

            Tia Terezinha foi uma filha devotada: cuidou de seus pais com muito amor e carinho; foi uma irmã amorosa, prestativa e incentivadora: ajudou seus irmãos no que lhe foi possível; foi amiga de seus cunhados, Antonio e Dorcina, e continua sendo amiga de suas cunhadas, Maria Aparecida e Maria Helena, e, por não ter filhos, Tia Terezinha cuida de seus sobrinhos com desvelo maternal, dando-lhes lições de vida, contribuindo na formação escolar de alguns deles e encaminhando-os na vida profissional. Por isso, e por outros atos desta mulher de ação, podemos dizer que ela é a Matriarca da Família Angelo.

            Tia Terezinha Angela de Oliveira, nós te amamos. Parabéns pelos seus 80 anos de vida abençoada... 80 anos de luta... 80 anos de vitória... Agradecemos a Deus por tê-la colocado no seio da nossa família.

            Abraços de seu sobrinho-afilhado: Edson Angelo Muniz.

 

VOLTAR